Afixar sem estragar paredes

O aniversário da C. foi este domingo, mas antes de vos mostrar algumas imagens da festa deixo-vos uma dica que me foi bastante útil aquando a afixação da decoração.

Eu não tenho um bom relacionamento com as pastilhas adesivas patafix e bostik pois, para além de se notar o relevo, acabam por deixar uma espécie de gordura que mancha tanto a parede como o material afixado (quer seja tecido, papel ou madeira).

Como a casa é arrendada e a decoração seria temporária tinha de encontrar um método alternativo que me permitisse colar sem estragar a parede.

O E. sugeriu utilizar fita de pintura (aquela amarela), uma vez que ao retirar não arranca a pintura. Eu fiquei um pouco reticente porque o que queria colar era pesado e o aspeto frágil da fita levava-me a duvidar da sua resistência.

No entanto fiquei agradavelmente surpreendida ao constatar que a fita suportava bem o peso quer das bandeirolas, quer do primeiro fatinho da C. que expus na sala.

Para a roupa colei uma tira de fita-cola de dupla face por cima da fita de pintura.

Coloquei ainda algumas frases sobre a C no corredor, mas nesse caso utilizei etiquetas A4, para ser mais prático. A cola destas etiquetas não é muito forte e como iriam estar afixadas por apenas dois dias decidi arriscar. Retirei-as ontem e não deixaram qualquer marca, mas calculo que se ficassem lá durante mais algum tempo seria complicado fazê-lo, especialmente com calor.

About these ads